Header text

Luís Simões desenvolve projeto que visa reduzir emissões de Gases com Efeito Estufa

10
2018
02/

Luís Simões desenvolve projeto que visa reduzir emissões de Gases com Efeito Estufa

Article Photo

A Luís Simões apresentou um novo projeto, que permite medir as emissões de Gases com Efeito Estufa (GEE) de todas as empresas do Grupo. O objetivo é medir os valores de forma mais eficiente e consciente, e assim identificar medidas para reduzir as emissões de GEE.

Desde 2007 que o grupo Luís Simões vem a desenvolver uma estratégia de sustentabilidade, ao trabalhar em questões como as alterações climáticas, e com isso assumir um compromisso inequívoco que permita encontrar soluções eficazes que reduzam o impacto direto das suas operações sobre o meio ambiente.

A Organização das Nações Unidas (ONU) definiu 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) para acabar com a pobreza, promover o bem-estar geral e proteger o meio ambiente. Nesse sentido, a Luís Simões evidencia a sua contribuição para o ODS 13 – Ação Climática, identificando oportunidades de redução de emissões de GEE.

Numa primeira fase, o Departamento de Desenvolvimento Sustentável realizou um inventário de todas as fontes de emissões de GEE (diretas e indiretas). Posteriormente, foi feito o cálculo das emissões produzidas em 2017.

A análise revelou que a Luís Simões produziu 42.101 toneladas de CO2e em 2017. De considerar que na última década o operador reduziu as emissões de GEE da sua frota de camiões em mais de 16%.

Por um compromisso ambiental

Com os resultados obtidos, e em linha com o compromisso para a sustentabilidade, a Luís Simões identificou um conjunto de ações para 2018, no sentido de continuar a reduzir as emissões de GEE. Neste momento, encontram-se em desenvolvimento 17 iniciativas, através das quais estima-se uma redução de 370 toneladas de CO2e/ano.

Na área de transportes destaca-se uma solução que ajudará a atingir esse objetivo: os Gigaliners. A Luís Simões conta com 10 gigaliners, que se encontram atualmente em circulação em Portugal e Espanha. A capacidade de carga de dois gigaliners é equivalente a três camiões convencionais, o que contribui para a redução do consumo de combustível e das emissões de GEE. A utilização destes veículos permite a redução de emissões em aproximadamente 144 toneladas de CO2e/ano. 

A frota da Luís Simões possui 97% de veículos com motores Euro V e VI e apenas 3% de motores Euro III e IV. Em 2017 a Luís Simões investiu na aquisição de 300 semirreboques – com vista a desenvolver uma frota moderna, mais económica e segura.

Com a renovação da frota pretende-se aumentar a eficiência dos veículos, juntamente com os ajustes necessários para minimizar o atrito e, assim, reduzir o consumo de combustível e emissão de GEE.

Na área de logística, estima-se um decréscimo de 153 toneladas de CO2e/ano, destacando-se as iniciativas destinadas à eficiência energética nos armazéns. A eficiência energética é um dos pilares da estratégia de sustentabilidade do grupo LS, que continua a trabalhar em ações que permitam atingir a meta de redução das emissões de GEE em 2019.

A Luís Simões acredita que o futuro reside na adoção de soluções responsáveis, com maior eficiência em termos de consumo de energia, e que contribuam para um meio ambiente mais sustentável e neutro em carbono. 

LS ao segundo
km percorridos paletes movimentadas horas de formação
element('sql_dump'); ?>